FERRARI ENVOLVIDA EM ACIDENTE FATAL POR US$ 38.1 MILHÕES

Categorias:Sem categoria
Loja do Carro Antigo

A primeira Ferrari a se envolver em um acidente fatal, tornou-se o carro mais caro já vendido em público, pela incrível soma de $ 38.1milhões de dólares.

A Ferrari 250 GTO 1962, foi o primeiro modelo de seu tipo a ser vendido em um leilão em quase 25 anos.

A famosa Casa de leilões Bonhams, em Monterey, na Califórnia, ficou lotada no dia do leilão enquanto partes interessadas de todo o mundo assistiram ao evento mais esperado em anos online.

O carro em questão, conhecido como GT 3851, é o único 250 GTO envolvido em um acidente de carro fatal. Em 1962, Henri Oreiller, Campeão Olímpico de Esqui, dirigia sua Ferrari a 160 km/h, no Autódromo de Montlhéry, ao sul de Paris, quando o pneu furou, causando a tragédia.

Apesar da morte envolvida com o carro, não houve falta de interesse quando começou o leilão com lances a partir de $ 10 milhões. Cerca de 15 minutos depois, o martelo alcançou $34.650 milhões de dólares, incluindo impostos e custos operacionais, o valor total do carro ficou em $ 38.100 milhões dólares . O vencedor do leilão não foi identificado , e seus lances foram feitos por telefone.

A Ferrari 250 GTO é considerado como o “ Santo Graal “ do automobilismo, devido à sua raridade, história, aparência e desempenho na pista e nas estradas. Apenas 36 foram construídos entre 1962 e 1964, desde então houveram sigilosas disputas de comércio a portas fechadas.

Sob o capo da GTO tem um motor V12 de 3 litros desenvolvendo 300bhp , o que significa uma velocidade máxima de 280 km/h em 6,1 seg.

O comprador irá juntar-se a outros apreciadores como Nick Mason, baterista do Pink Floyd , o estilista Ralph Lauren e Anthony Bamford , dono da JCB (gigante inglesa em maquinários pesados), um número exclusivo que possuem um GTO.

fonte: www.dailymail.co.uk

Deixe uma resposta

Nome*
Email*
Url
Your message*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>